Só quero o que for meu: o caco, o nicho,/lá onde fura a noite a estrela-bicho. ("Culpe o vento".)

terça-feira, 28 de fevereiro de 2017

A "AURORA" PÓSTUMA DE LÊDO IVO (PARTE II)

“O velho Lêdo Ivo, como certo personagem de Bergman, há muito jogava calmamente seu xadrez com a morte. O cenário, porém, não era em preto e branco, e o nórdico mar de fundo de O sétimo selo era o mar gaio de Alagoas”

(Leia mais aqui.)


Nenhum comentário:

Postar um comentário